Capez e Máfia da Merenda: irmão de tucano é auxiliar de Toffoli no STF

Gilmar Mendes tem a chance, nesta terça, dia 19, de corrigir uma “injustiça”. Trata-se do HC que, sabe-se lá por quê, caiu em suas mãos e que tem como objetivo anular a ação penal contra o deputado estadual do PSDB de São Paulo Fernando Capez, ex-presidente da Assembleia, sobre a participação do tucano na Máfia da Merenda.


Continue lendo “Capez e Máfia da Merenda: irmão de tucano é auxiliar de Toffoli no STF”

Em artigo, Tacla Duran reafirma: Zucolotto pediu propina

Por Rodrigo Tacla Duran, no Conjur – Mordaça. Substantivo feminino. O mesmo que açaimo ou focinheira. Pano ou qualquer objeto que se põe na boca para impedir alguém de falar ou gritar. Usar a força e a coerção para impedir alguém de falar. A definição curta e precisa do Aurélio revela ser a mordaça irmã da brutalidade e filha do autoritarismo com a intolerância.


Continue lendo “Em artigo, Tacla Duran reafirma: Zucolotto pediu propina”

Juninho Pernambucano ironiza Dallagnol e pede ‘Lula Livre’

O ex-jogador Juninho Pernambucano vai se transformando em um termômetro da percepção dos brasileiros sobre o golpe; ele tem publicado em seu Twitter várias ‘cutucadas’ nos agentes do poder e do mercado com cifras de ironia e precisão.


Continue lendo “Juninho Pernambucano ironiza Dallagnol e pede ‘Lula Livre’”

Supremo Tribunal decide: condução coercitiva é inconstitucional

A maioria dos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu há pouco impedir a decretação de conduções coercitivas para levar investigados e réus a interrogatório policial ou judicial em todo o país.


Continue lendo “Supremo Tribunal decide: condução coercitiva é inconstitucional”

Cai por terra a história de Moro não julgar tucanos porque não recebia denúncia

Em meados de 2016, em passagem pelos Estados Unidos, Sergio Moro disse que não julgou casos relacionados ao PSDB porque investigações que atingem o partido não chegaram até ele em forma de acusação. Pois, agora, essa desculpa cai por terra.


Continue lendo “Cai por terra a história de Moro não julgar tucanos porque não recebia denúncia”

Fux, do STF, pede vistas e trava decisão que bloquearia bens de Aécio Neves

O ministro do STF (Supremo Tribunal Federal), Luiz Fux, pediu vista e a 1ª Turma suspendeu o julgamento do recurso da PGR (Procuradoria-Geral da República) que pedia o arresto (apreensão judicial) de bens do senador Aécio Neves (PSDB-MG) e de outros três investigados.


Continue lendo “Fux, do STF, pede vistas e trava decisão que bloquearia bens de Aécio Neves”

Depois de viagens internacionais, Moro alega ‘excesso de trabalho’ e não julga tucanos

Depois de declarar que “não faria sentido” dispersar provas envolvendo operadores já investigados na operação “lava jato”, o juiz federal Sergio Moro voltou atrás nesta segunda-feira (11/6) e abriu mão de julgar processos sobre suposto esquema de propinas envolvendo uma rodovia do Paraná. Ele alegou excesso de trabalho e baseou-se em voto derrotado no Tribunal Regional Federal da 4ª Região.


Continue lendo “Depois de viagens internacionais, Moro alega ‘excesso de trabalho’ e não julga tucanos”

Pesquisa confirma o desinteresse da maioria dos brasileiros pela Seleção Brasileira

Pesquisa Datafolha divulgada hoje pela Folha de S. Paulo coloca em números um fato que é percebido e que já foi tratado em artigo e vídeo pelo DCM: o desinteresse dos brasileiros pela Copa do Mundo e pela Seleção Brasileira.


Continue lendo “Pesquisa confirma o desinteresse da maioria dos brasileiros pela Seleção Brasileira”

Nelson Jobim critica manobra de Cármen Lúcia que prendeu Lula

O ex-ministro do Supremo Tribunal Federal Nelson Jobim fez duras críticas à manobra, liderada pela presidente do STF, que resultou na negação do habeas corpus do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e sua consequente prisão no dia 7 de abril.


Continue lendo “Nelson Jobim critica manobra de Cármen Lúcia que prendeu Lula”

“Por que não investigam o Instituto FHC como o Instituto Lula?”, questiona Bob Fernandes

Temer & CIA venderam por R$ 3 bilhões três áreas de petróleo do pré-sal. Venderam, e para competidores, o futuro pós 2022. Para norte-americanos da Esso, da Chevron em parceria com a anglo-holandesa Sheel. E para a norueguesa Equinor.


Continue lendo ““Por que não investigam o Instituto FHC como o Instituto Lula?”, questiona Bob Fernandes”