Deputados multimilionários devem R$ 178 milhões em impostos

A Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional produziu uma tabela com todos os parlamentares que devem dinheiro em impostos. Chamada de Dívida Ativa da União, essas cobranças englobam o não pagamento de imposto de renda, FGTS e INSS, de pessoas físicas e jurídicas.


Uma matéria do BuzzFeed – A publicação da procuradoria é uma reação ao grupo de deputados que tentam o perdão de suas dívidas, como registrou a Folha de S. Paulo.

O BuzzFeed cruzou os dados da Dívida Ativa com o patrimônio dos deputados, declarados à Justiça Eleitoral.

Resultado: um grupo de 14 deputados tem um patrimônio de R$ 255 milhões, mas eles e suas empresas aparecem com dívidas de R$ 178 milhões. Em média, o patrimônio desses deputados é de R$ 18 milhões.

Bonifácio de Andrada (PSDB-MG) – Dívida de R$ 78 milhões

Gustavo Lima/Agência Câmara

 O deputado tem um patrimônio declarado de R$ 9 milhões e suas empresas devem quase nove vezes isso. Há uma explicação para ter um patrimônio menor do que a dívida. Isso porque, na declaração, só constam as participações no capital social das empresas e não nos lucros.

Ele declara, por exemplo, sua participação numa rádio como R$ 400 em patrimônio. A dívida é 432 vezes maior.

Procurada, a assessoria do deputado disse que as dívidas não estão em seu nome, mas sim de entidades que preside.

Elcione Barbalho (PMDB-PA) – Dívida de R$ 63 milhões

Divulgação

 Ex-mulher do famoso e investigado senador Jader Barbalho (PMDB-PA), a deputada tem um patrimônio de R$ 5 milhões e deve dez vezes mais. Ela é mãe do ministro Helder Barbalho (Integração Nacional). A assessoria da deputada não retornou.
Alfredo Kaefer (PSL-PR) – Dívida de R$ 27 milhões
Zeca Ribeiro / Câmara dos Deputados

 Ele é um dos deputados mais ricos: R$ 108 milhões de patrimônio. No total, sete empresas aparecem com dívidas.

Procurado, ele reconhece as dívidas e diz que está na mesma situação de milhares de empresários, que não conseguem se regularizar com o Fisco.

“No caso específico do deputado, alega que sua dívida não está regular pois, indevidamente, teve decretada a falência de grupo empresarial em dezembro de 2014, fato este que provocou a inadimplência. Em abril passado o STJ, cassou a sentença da falência”, diz a nota.

Jovair Arantes (PTB-GO) – Dívida de R$ 3,9 milhões

Divulgação/TV Câmara

 Um dos mais influentes deputado do chamado baixo clero, ele tem dívidas de uma empresa e até como pessoa física (R$ 33 mil). Seu patrimônio é bem maior: R$ 5,8 milhões. Sua assessoria não retornou.
Arolde de Oliveira (PSC-RJ) – Dívida de R$ 3,8 milhões
Nilson Bastian/ Câmara dos Deputados / Via Fotos públicas

 A dívida é alta, mas o patrimônio também: R$ 5,9 milhões. Sua assessoria não foi localizada.
Gonzaga Patriota (PSB-SE) – Dívida de R$ 395 mil
Lucio Bernardo Jr/Câmara dos Deputados

Com um patrimônio de de R$ 5,6 milhões, ele consta como sócio administrador de duas empresas devedoras a tem uma dívida pessoal de R$ 14.102,12. As demais dívidas são das empresas das quais é sócio: ABC BSB Gráfica e Pergan Pernambuco Granitos.
O deputado negou a dívida: “Eu? Eu não devo nada a ninguém. Tem alguma coisa errada aí. Tenho certidão negativa de tudo”.
Dilceu Sperafico (PP-PR) – Dívida de R$ 387 mil
Luis Macedo/Câmara dos Deputados

 A dívida do deputado é bem menor do que o patrimônio: R$ 12 milhões. Sua assessoria não foi localizada.
Izalci Lucas (PSBD-DF) – Dívida de R$ 233 mil
Laycer Tomaz/ Câmara dos Deputados

 O deputado tem dinheiro de sobra para pagar: patrimônio de R$ 8,9 milhões. Sua assessoria não foi localizada.
Aguinaldo RIbeiro (PP-PB) – Dívida de R$ 165 mil
Afp / AFP / Getty Images

Ex-ministro de Dilma Rousseff, ele tem um patrimônio vistoso: R$ 5,8 milhões. Sua assessoria não foi localizada.
Felipe Maia (DEM-RN) – Dívida de R$ 153 mil
Reprodução/Facebook

 Filho do influente senador Agripino Maia (DEM-RN), ele declarou R$ 15 milhões de patrimônio. Sua assessoria não retornou.
André Figueiredo (PDT-CE) – Dívida de R$ 77 mil
Marcelo Camargo/Agência Brasil

 Ex-ministro de Dilma, ele é mais um deputado multimilionário: R$ 4,3 milhões. Sua assessoria não foi localizada.
Edmar Arruda (PSD-PR) – Dívida de R$ 22 mil
Lucio Bernardo Jr/Câmara dos Deputados

 A dívida é praticamente igual ao número do patrimônio, só que na casa dos milhões. Para ser mais exato: R$ 21 milhões. Sua assessoria não foi localizada.
Paulo Maluf (PP-SP) – Dívida de R$ 4.331
Ueslei Marcelino / Reuters

Um dos mais célebres deputados da Câmara dos Deputados (e outrora da Interpol), Maluf não precisa tirar muito do patrimônio declarado de R$ 39 milhões para pagar a dívida.

O chefe de gabinete do deputado Paulo Maluf (PP-SP), Jesse Ribeiro, disse desconhecer a existência de uma dívida no valor de R$ 4.331,75. A dívida está inscrita em uma empresa da qual Maluf é sócio, a Sociedade de Administração, Agricultura, Indústria e Comércio Salfama Ltda.

Ribeiro afirmou que sequer tinha conhecimento de que o deputado fosse dono da empresa e afirmou que na segunda-feira vai se informar sobre a questão junto à União. Para ele, a dívida é “irrisória para Maluf ou para qualquer deputado”. “Podem até falar mal do Maluf, mas nunca ouvi que ele é mau pagador”, afirmou.

De acordo com a Junta Comercial de São Paulo, a Salfama foi constituída em 1961, tendo como sócios, em sua maioria, a família Maluf. Ele é o sócio com a maior fatia da empresa, cuja última movimentação na Junta ocorreu em 2014.

César Antonio de Souza (PSD-SC) – Dívida de R$ 1.913

Divulgação/PSD

 Com um patrimônio de R$ 7,5 milhões, é moleza pagar a dívida. Sua assessoria não retornou.