Doria perde carteira por excesso de multas e coloca culpa em Haddad

São Paulo – Em entrevista coletiva concedida à imprensa nesta terça-feira, 6, o prefeito de São Paulo, João Doria (PSDB), comentou o fato de ter ficado com a Carteira Nacional de Habilitação (CHN) suspensa. Ele disse ser “vítima” do excesso de multas aplicadas pela administração anterior.


Continue lendo “Doria perde carteira por excesso de multas e coloca culpa em Haddad”

Alexandre de Moraes e a definitiva – e escancarada – Judicialização da Política

Está cada vez mais visível que a condução do trabalho judiciário no país, pelo menos nas mais altas cortes, já não habita mais – apenas – na seara jurídica.

Isso mesmo, o processo judiciário tornou-se processo político, e tal situação escancara-se nos bastidores, nos furos jornalísticos e, até mesmo, nos grampos telefônicos.


Continue lendo “Alexandre de Moraes e a definitiva – e escancarada – Judicialização da Política”

O preço do poder para Temer: perdão de dívida, concessão de rádio e verba a parlamentares

As negociações que mexem diretamente no bolso de congressistas, ou nos de seus financiadores/apoiadores, frearam a debandada da base de Michel Temer (PMDB) no Legislativo nesta última semana.


Continue lendo “O preço do poder para Temer: perdão de dívida, concessão de rádio e verba a parlamentares”

No ataque a Maria do Rosário, Gentili exalou o cheiro de sua ignorância política

Por Joaquim de Carvalho – Danilo Gentili expôs não só seu humor sem graça como também todo seu analfabetismo político, ao gravar um vídeo com sua reação a uma notificação da deputada Maria do Rosário, feita através da Procuradoria da Câmara dos Deputados.


Continue lendo “No ataque a Maria do Rosário, Gentili exalou o cheiro de sua ignorância política”

Sociedade ainda guarda cicatriz do impeachment de Dilma, diz Barroso

o ministro do Supremo Tribunal Federal Luís Roberto Barroso afirmou nesta segunda-feira (29/5) que a sociedade brasileira ainda guarda cicatriz do impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff e está dividida por causa do processo.


Continue lendo “Sociedade ainda guarda cicatriz do impeachment de Dilma, diz Barroso”

E se a lógica do powerpoint de Dallagnol fosse aplicada a Aécio e o Helicoca?

Por Kiko Nogueira – A apresentação de Deltan Dallagnol da denúncia contra Lula no Ministério Público Federal foi uma grande conta de chegada.

Apesar da falta de evidências, ou por causa dela, Dallagnol apelou para um powerpoint que se tornou um clássico instantâneo. Os desenhos toscos eram a versão da história meia boca que ele queria contar.


Continue lendo “E se a lógica do powerpoint de Dallagnol fosse aplicada a Aécio e o Helicoca?”

Bolsonaro foge de debate na Câmara dos Deputados após ouvir verdades

O deputado Jair Bolsonaro (PSC) e o seu filho, Eduardo Bolsonaro (PSC), discursaram nesta quinta-feira (25) contra o que chamaram de uma ‘estratégia da esquerda’ para voltar ao poder e eleger Lula de maneira ilegítima.


Continue lendo “Bolsonaro foge de debate na Câmara dos Deputados após ouvir verdades”

Moro, ao absolver Claudia Cruz, narra a existência de outro crime

Em recente data de 25/05/2017, em sentença de 90 páginas, o Juiz Sérgio Moro absolveu – nos autos n° 502768535.2016.404.7000, da 13ª Vara Federal de Curitiba/PR – a esposa de Eduardo Cunha, Cláudia Cordeiro da Cruz, dos crimes de lavagem de dinheiro e de evasão fraudulenta de divisas, ao qual foi acusada pelo Ministério Público Federal (MPF).


Continue lendo “Moro, ao absolver Claudia Cruz, narra a existência de outro crime”

Site da Austrália elege Bolsonaro como o político mais abominável do mundo

Jair Bolsonaro foi eleito o ‘político mais repulsivo do mundo’ pelo site australiano News. De acordo com o veículo de comunicação, o magnata Donald Trump é uma criança inocente perto do parlamentar brasileiro.


Continue lendo “Site da Austrália elege Bolsonaro como o político mais abominável do mundo”

Em quatro anos, Aécio Neves aumentou patrimônio em 303%

Em 2014 o senador Aécio Neves, então candidato do PSDB a presidente da República naquele ano, aumentou seu patrimônio em 303,25% desde 2010, ficando R$ 1.873.938,23 mais rico. Em 2010, quando disputou a eleição para o Senado, Aécio declarou à Justiça Eleitoral um patrimônio de R$ 617.938,42. Em 2014, quando pediu registro para disputar a Presidência da República, ele declarou um patrimônio de R$ 2.491.876,65.


Continue lendo “Em quatro anos, Aécio Neves aumentou patrimônio em 303%”