Temer e Aécio viram pó. Globo derrubou Dilma para pôr um ladrão no Planalto

Por Miguel do Rosário – Vazamentos divulgados hoje dão um ponto final no governo Temer, no PSDB e desmoralizam totalmente o impeachment, a mídia, a Lava Jato e, em particular, Sergio Moro.

Reproduzo abaixo as duas notícias que mudam completamente a conjuntura política nacional e desmascaram os golpistas: um bando de corruptos que derrubaram uma presidenta honesta.


Continue lendo “Temer e Aécio viram pó. Globo derrubou Dilma para pôr um ladrão no Planalto”

Doria, que hoje corta ponto, defendeu greve geral contra Dilma

O prefeito de São Paulo, João Doria (PSDB), anunciou que vai descontar o dia do trabalhador da Prefeitura que aderir à greve geral desta sexta-feira 28, que ocorrerá em protesto contra as reformas do governo Temer, que prejudica os direitos históricos dos trabalhadores.


Continue lendo “Doria, que hoje corta ponto, defendeu greve geral contra Dilma”

Deltan Dallagnol liga impeachment a tentativa de barrar Lava Jato

Em um livro em que conta os bastidores do funcionamento da força-tarefa da Lava Jato no Ministério Público Federal (MPF), o procurador da República Deltan Dallagnol liga o impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff (PT) a uma tentativa de barrar o avanço das investigações. Na passagem, o procurador resgata a divulgação das gravações entre o delator Sergio Machado e o senador Romero Jucá (PMDB).


Continue lendo “Deltan Dallagnol liga impeachment a tentativa de barrar Lava Jato”

O Brasil sob a ditadura Globo-Lava Jato

É difícil aceitar a dolorosa realidade, mas o Brasil está, efetivamente, sob um regime ditatorial. O golpe de 2016 e o regime de exceção evoluíram para a ditadura jurídico-midiática da Rede Globo com a Lava Jato e setores da PF, judiciário e STF. Assim como na ditadura instalada com o golpe de 1964, a engrenagem desta ditadura também contou com a participação decisiva da Rede Globo.


Continue lendo “O Brasil sob a ditadura Globo-Lava Jato”

Ex-diretor da Odebrecht ameaçou Dilma para frear Lava Jato e disse que ia derruba-la

A matéria, hoje, no Congresso em Foco, na qual o ex-diretor da Odebrecht João Nogueira diz que o empresário Marcelo Odebrecht, ex-presidente do grupo, fez ameaças a Dilma Rousseff para tentar frear as investigações da Operação Lava Jato, é mais um sinal de que há, entre a empresa e o PT uma relação de ódio, não de cumplicidade como se transmitiu à opinião pública.


Continue lendo “Ex-diretor da Odebrecht ameaçou Dilma para frear Lava Jato e disse que ia derruba-la”

Em entrevista, Temer admite chantagem de Cunha com Dilma. E o supremo, vai se posicionar?

Ao vivo, Temer confessou que o processo de impeachment foi aberto por vingança de Cunha, já que Dilma não cedeu às suas chantagens. Para José Eduardo Cardozo, advogado da ex-presidenta, a prova de que Dilma foi vítima da vingança de Cunha, e que o processo de impeachment teve como origem esse desvio de finalidade é suficiente para anular o processo.


Continue lendo “Em entrevista, Temer admite chantagem de Cunha com Dilma. E o supremo, vai se posicionar?”

Já está passando da hora de pedirmos — todos nós — desculpas a Dilma

Se eu escrever cem vezes desculpas para Dilma em nome dos brasileiros, ainda assim vai ser pouco. A cada lista de delatados que emerge, maior é o tamanho do crime político que cometemos contra Dilma.


Continue lendo “Já está passando da hora de pedirmos — todos nós — desculpas a Dilma”

Rodrigo Janot libera Mandado de Segurança que pede a anulação do impeachment ao STF, afirma advogado

O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, concluiu o parecer sobre o Mandado de Segurança que solicita que STF julgue a forma e o mérito do processo de impeachment da presidenta eleita Dilma Rousseff. As informação são do advogado Wallace Martins, um dos amicus curiae do MS em conjunto com o deputado federal Jean Wyllys (PSOL-RJ).


Continue lendo “Rodrigo Janot libera Mandado de Segurança que pede a anulação do impeachment ao STF, afirma advogado”

Temer e PSDB acabam de vez com o Ciências sem Fronteiras

O ministro Mendonça Filho decidiu acabar de vez com o programa Ciência sem Fronteiras, criado no governo da presidente Dilma Rousseff, para enviar estudantes brasileiros para universidades dos Estados Unidos e da Europa; a alegação oficial é a de que o programa não traz resultados e os recursos, da ordem de R$ 3,2 bilhões, podem ser usados em outras finalidades, como compra de merenda escolar para alunos da educação básica.


Continue lendo “Temer e PSDB acabam de vez com o Ciências sem Fronteiras”

Presidentes da França e da Suécia serão testemunhas de defesa de Lula contra Moro

Três ex-presidentes e dois atuais mandatários das repúblicas de Brasil, França e Suécia servirão de testemunha de Defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva em processo movido contra ele no âmbito da Operação Zelotes, na Justiça Federal de Brasília. São eles: Fernando Henrique Cardoso, Dilma Rousseff, Stefan Löfven (Suécia), François Hollande e Nicolas Sarkozy (França).


Continue lendo “Presidentes da França e da Suécia serão testemunhas de defesa de Lula contra Moro”