“Sergio Moro e Dallagnol ainda vestem fraldas na ciência do Direito”

Por Marcos César Danhoni Neves – Sou professor titular de Física numa universidade pública (Universidade Estadual de Maringá-UEM) desde 2001 e docente e pesquisador há quase 30 anos. Sou especialista em história e epistemologia da ciência, educação científica, além de processos de ensino-aprendizagem e análise de discursos.


Continue lendo ““Sergio Moro e Dallagnol ainda vestem fraldas na ciência do Direito””

Ao condenar Lula sem provas, Moro escreve o último capítulo de uma farsa

A condenação de Lula por Sérgio Moro parece uma notícia velha. Ou a antinotícia.

Na definição clássica, notícia é quando o homem morde o cachorro. Quando o cachorro morde o homem, não é notícia. Moro condenar Lula é algo equivalente ao cachorro morder o homem – é o normal.

Surpreendente seria a absolvição do ex-presidente na Vara de Curitiba. É que Moro se colocou como parte nesse processo e foi visto assim por seguidores, por adversários e pela mídia.


Continue lendo “Ao condenar Lula sem provas, Moro escreve o último capítulo de uma farsa”

Moro atropela lei brasileira para atender pedido da polícia dos EUA

Por  – O Juiz Sérgio Moro determinou em 2007 a criação de RG e CPF falsos e a abertura de uma conta bancária secreta para uso de um agente policial norte-americano, em investigação conjunta com a Polícia Federal do Brasil. No decorrer da operação, um brasileiro investigado nos EUA chegou a fazer uma remessa ilegal de US$ 100 mil para a conta falsa aberta no Banco do Brasil, induzido pelo agente estrangeiro infiltrado.


Continue lendo “Moro atropela lei brasileira para atender pedido da polícia dos EUA”

Juiz Sérgio Moro precisa explicar sua conduta no ‘Caso Banestado’ para ter legitimidade

O enredo deste conto nada infantil retrata a história de um juiz que fez na Lava Jato tudo o que não fez no Banestado.

Era uma vez um juiz chamado Sérgio Moro que julgou os processos do Banco do Estado do Paraná (Banestado). Assim como na Lava Jato, o caso do Banestado teve uma força-tarefa, investigadores, procuradores, delatores, grupos empresariais e empreiteiras.


Continue lendo “Juiz Sérgio Moro precisa explicar sua conduta no ‘Caso Banestado’ para ter legitimidade”

Os ministros estão nus: surdez seletiva escancara farsa pública do TSE

The Intercept Brasil – APESAR DA ENXURRADA de provas, Michel Temer sai impune do julgamento no Tribunal Superior Eleitoral e poderá continuar com sua brilhante atuação presidencial. O desfecho até que era previsível. O que se poderia esperar de sete figuras de capa preta reunidas num porão para julgar a vampiresca figura de Conde Temer?


Continue lendo “Os ministros estão nus: surdez seletiva escancara farsa pública do TSE”

Alexandre de Moraes e a definitiva – e escancarada – Judicialização da Política

Está cada vez mais visível que a condução do trabalho judiciário no país, pelo menos nas mais altas cortes, já não habita mais – apenas – na seara jurídica.

Isso mesmo, o processo judiciário tornou-se processo político, e tal situação escancara-se nos bastidores, nos furos jornalísticos e, até mesmo, nos grampos telefônicos.


Continue lendo “Alexandre de Moraes e a definitiva – e escancarada – Judicialização da Política”

Moro, ao absolver Claudia Cruz, narra a existência de outro crime

Em recente data de 25/05/2017, em sentença de 90 páginas, o Juiz Sérgio Moro absolveu – nos autos n° 502768535.2016.404.7000, da 13ª Vara Federal de Curitiba/PR – a esposa de Eduardo Cunha, Cláudia Cordeiro da Cruz, dos crimes de lavagem de dinheiro e de evasão fraudulenta de divisas, ao qual foi acusada pelo Ministério Público Federal (MPF).


Continue lendo “Moro, ao absolver Claudia Cruz, narra a existência de outro crime”

Sérgio Moro sumiu da mídia sem deixar vestígios. O que houve?

Muita gente deve estar fazendo a mesma pergunta: Cadê Sérgio Moro? O juiz, herói nacional, orgulho do Brasil, sério candidato a “gênio da raça”, sumiu de repente. Até anteontem, todos os dias ele estava na mídia, às vezes em vídeos extraindo confissões com seu boticão judicial, ou em áudio, conduzindo depoimentos com mão de ferro, como o de Lula.


Continue lendo “Sérgio Moro sumiu da mídia sem deixar vestígios. O que houve?”

Zanin: Ao arrolar novas testemunhas, MPF admite que não tem provas

“A inocência do ex-presidente Lula foi comprovada pelo depoimento das 73 testemunhas ouvidas, no caso do triplex, sob o compromisso de dizer a verdade. Ao arrolar novas testemunhas, o Ministério Público Federal reconheceu que não dispõe de prova da acusação formulada contra Lula”, diz a nota assinada por Zanin.


Continue lendo “Zanin: Ao arrolar novas testemunhas, MPF admite que não tem provas”

A “República de Curitiba” continua com seu quintal imundo, diz procurador do MPF

O slogan “República de Curitiba: aqui a lei se cumpre” vem sendo usado pelos curitibanos como uma manifestação de orgulho pelo pertencimento a uma suposta ilha de seriedade num país tomado pela impunidade. Paradoxalmente, enquanto para alguns a Lava Jato curitibana promoveu uma faxina no país, a cidade continuou com seu quintal imundo, pois os casos de corrupção local sempre acabaram em pizza.


Continue lendo “A “República de Curitiba” continua com seu quintal imundo, diz procurador do MPF”