Pagamentos da Previdência comprovam que apartamento não é de Lula

Antes de ser adquirido pelo engenheiro Glaucos da Costamarques, o apartamento 121 do edifício Hill House, em São Bernardo do Campo, pertenceu a uma família que o alugou para o PT, no primeiro mandato do ex-presidente Lula, e para a Presidência da República, durante a segunda gestão do petista; entre 2008 e janeiro de 2011, o governo gastou R$ 191.591,24 com o pagamento de alugueis e condomínio do apartamento.


Continue lendo “Pagamentos da Previdência comprovam que apartamento não é de Lula”

Instâncias superiores voltam a acusar Moro de condenar réu sem provas

As condenações do ex-tesoureiro do PT João Vaccari Neto por Sergio Moro não obedeceram a critérios jurídicos, mas publicitários. Sem acusar e até prender o ex-tesoureiro petista, não seria possível construir toda a narrativa do magistrado-promotor-meganha de Curitiba para prender Lula pelo resto da vida.


Continue lendo “Instâncias superiores voltam a acusar Moro de condenar réu sem provas”

Por que procurador envolvido com crimes da JBS foi poupado da prisão?

A decisão do Ministro Luiz Edson Fachin de mandar prender Joesley Batista e Ricardo Saud e deixar de fora o ex-procurador Marcelo Miller não poderia ser mais conveniente para Rodrigo Janot.


Continue lendo “Por que procurador envolvido com crimes da JBS foi poupado da prisão?”

Ação que correu em segredo de justiça mostra que Zucolotto não é apenas amigo de Moro

A coluna Mônica Bergamo desta terça-feira informa que o advogado amigo de Sérgio Moro Carlos Zucolotto Júnior renunciou à defesa que fazia do procurador Carlos Fernando dos Santos Lima, da Lava Jato, em um processo trabalhista, hoje no Superior Tribunal de Justiça.


Continue lendo “Ação que correu em segredo de justiça mostra que Zucolotto não é apenas amigo de Moro”

Cinco parlamentares deixam de ser investigados na Lava Jato por causa da idade

Joelma Pereira, Congresso em Foco – O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, encaminhou ao Supremo Tribunal Federal (STF) manifestação apontando prescrição em cinco inquéritos abertos com base nas delações da empresa Odebrecht. Os inquéritos envolvem cinco parlamentares.


Continue lendo “Cinco parlamentares deixam de ser investigados na Lava Jato por causa da idade”

Dois anos depois, Congresso conclui o plano das elites ao proteger Temer: terminou a sangria

Por Glenn Greenwald – HÁ POUCO MENOS de um ano, um dos espetáculos políticos mais humilhantes que eu já vi aconteceu durante nove horas em Brasília. Na Câmara dos Deputados – casa cuja maioria dos membros estão envolvidos em investigações – um corrupto atrás do outro se postou diante das câmeras de televisão e declararam triunfalmente que sua consciência, sua religião, seu Deus, suas crianças, sua devoção a Jerusalém, a memória de suas mães, seus pastores, a pureza de suas almas, exigiam que eles punissem a corrupção retirando a Presidente eleita Dilma Rousseff de seu cargo.


Continue lendo “Dois anos depois, Congresso conclui o plano das elites ao proteger Temer: terminou a sangria”

“Sergio Moro e Dallagnol ainda vestem fraldas na ciência do Direito”

Por Marcos César Danhoni Neves – Sou professor titular de Física numa universidade pública (Universidade Estadual de Maringá-UEM) desde 2001 e docente e pesquisador há quase 30 anos. Sou especialista em história e epistemologia da ciência, educação científica, além de processos de ensino-aprendizagem e análise de discursos.


Continue lendo ““Sergio Moro e Dallagnol ainda vestem fraldas na ciência do Direito””

Sydney Sanches, ex-presidente do STF afirma que sentença de Moro é vulnerável

As provas juntadas na construção da sentença de 238 páginas e 962 tópicos do juiz Sergio Moro, da 13ª Vara de Justiça Federal, serão fundamentais para que o TRF-4 (Tribunal Regional Federal da 4ª Região) confirme ou não a pena de nove anos e meio do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT). A opinião é de ex-ministros do STF (Supremo Tribunal Federal), STJ (Superior Tribunal de Justiça) e da Justiça ouvidos pelo UOL, além de juristas e de um ex-procurador-geral da República.


Continue lendo “Sydney Sanches, ex-presidente do STF afirma que sentença de Moro é vulnerável”

Ao condenar Lula sem provas, Moro escreve o último capítulo de uma farsa

A condenação de Lula por Sérgio Moro parece uma notícia velha. Ou a antinotícia.

Na definição clássica, notícia é quando o homem morde o cachorro. Quando o cachorro morde o homem, não é notícia. Moro condenar Lula é algo equivalente ao cachorro morder o homem – é o normal.

Surpreendente seria a absolvição do ex-presidente na Vara de Curitiba. É que Moro se colocou como parte nesse processo e foi visto assim por seguidores, por adversários e pela mídia.


Continue lendo “Ao condenar Lula sem provas, Moro escreve o último capítulo de uma farsa”

MPF pede para Justiça arquivar inquérito contra Lula na Lava Jato por falta de provas

O procurador da República Ivan Cláudio Marx afirmou que o ex-senador Delcídio Amaral pode ter citado o nome do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva na tentativa de atrapalhar as investigações da Operação Lava-Jato com o objeto de aumentar seu poder de barganha e, assim, ampliar os benefícios da delação premiada negociada com a Procuradoria-Geral da República (PGR). Para Ivan Marx, a palavra de Delcídio, que teve seu acordo homologado no Supremo Tribunal Federal (STF), perde credibilidade.


Continue lendo “MPF pede para Justiça arquivar inquérito contra Lula na Lava Jato por falta de provas”