Raquel Dodge veta quebra de sigilo em investigação contra Temer

A procuradora-geral da República, Raquel Dodge, divergiu da Polícia Federal e não solicitou a quebra dos sigilos bancário e fiscal de Michel Temer. Para ela, ainda não há elementos que justifiquem a medida. Temer é investigado sob suspeita de receber propina para favorecer empresas do setor portuário na publicação de um decreto que alterou regras do setor.


Continue lendo “Raquel Dodge veta quebra de sigilo em investigação contra Temer”

PGR recomenda prisão imediata contra o deputado João Rodrigues

Procuradoria Geral da República (PGR) remeteu ao Supremo Tribunal Federal (STF) nesta segunda-feira (11) um parecer favorável à prisão do deputado federal João Rodrigues (PSD-SC). O ministro Luiz Fux fez na quarta-feira (6) um despacho à PGR pedindo que o órgão se manifestasse em até 48 horas sobre a condenação do parlamentar a 2009 de cinco anos e três meses de prisão em regime semiaberto por irregularidades em licitação.


Continue lendo “PGR recomenda prisão imediata contra o deputado João Rodrigues”

Ministro da prazo de 48 horas para prender deputado João Rodrigues

O ministro Luiz Fux, do Supremo Tribunal Federal, deu prazo de 48 horas à Procuradoria Geral da República para se manifestar sobre o pedido feito pela juíza Priscilla Mielke Wickert Piva, da 1ª. Vara Federal de Chapecó, que requereu o cumprimento de sentença condenatória de detenção do deputado federal João Rodrigues, do PSD, em função das férias forenses e possibilidade de prescrição da pena. Segundo nota é do jornalista Moacir Pereira, do Diário Catarinense desta sexta-feira, 07/12.


Continue lendo “Ministro da prazo de 48 horas para prender deputado João Rodrigues”

Não escolhe primeiro/a da lista para PGR, encontra-se na calada da noite. Temer o imoral

Não tenho mais dúvida que a chefe nomeada da PGR, Raquel Dodge vai ser uma marionete de Temer, tal qual Rodrigo Maia o é na presidência da Câmara dos Deputados.


Continue lendo “Não escolhe primeiro/a da lista para PGR, encontra-se na calada da noite. Temer o imoral”

Se a justiça fosse séria, Aécio Neves já estaria preso

O lobista Fernando Horneaux Moura, condenado a 16 anos e dois meses de prisão no âmbito da Lava Jato, participou de acareação com o ex-diretor da Engenharia de Furnas Dimas Fabiano Toledo no inquérito que apura o suposto envolvimento do senador Aécio Neves (PSDB) em um esquema de corrupção na estatal de energia.



Continue lendo “Se a justiça fosse séria, Aécio Neves já estaria preso”