Flávio Dino: barbárie da direita brasileira cria um novo Mandela

O governador Flávio Dino (PCdoB) criticou nessa terça-feira, 10, a decisão de uma juíza que o impediu de visitar o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, vítima de prisão política na Superintendência da Polícia Federal em Curitiba.


Continue lendo “Flávio Dino: barbárie da direita brasileira cria um novo Mandela”

A prisão em segunda instância e a advocacia-não-medíocre

Relato de um advogado Latino Americano, com o propósito de não ser medíocre: Quando entrei para os quadros da Ordem dos Advogados do Brasil, jurei exercer a advocacia com dignidade e independência, defender a Constituição, a ordem jurídica do Estado Democrático, os direitos humanos, a justiça social, a boa aplicação das leis e ainda, defender o aperfeiçoamento da cultura e das instituições jurídicas.


Continue lendo “A prisão em segunda instância e a advocacia-não-medíocre”

Não é só Marielle: conheça mais 24 casos de lideranças políticas mortas nos últimos quatro anos

O assassinato da vereadora Marielle Franco (PSOL) na noite desta quarta-feira (14/03) acendeu o alerta para um fato alarmante: desde 2014, ao menos outros 24 líderes comunitários, ativistas e militantes políticos foram evidentemente executados em diferentes regiões do Brasil.


Continue lendo “Não é só Marielle: conheça mais 24 casos de lideranças políticas mortas nos últimos quatro anos”

“Brasil não pode ter bandido de estimação”, diz Duvivier sobre Alckmin, Doria e Aécio

Gregório Duvivier escreveu em sua coluna na Folha de S.Paulo sobre alguns políticos que possuem pendências políticas e são blindados pela grande mídia amiga.


Continue lendo ““Brasil não pode ter bandido de estimação”, diz Duvivier sobre Alckmin, Doria e Aécio”

MBL está ganhando cargos comissionados com salários milionários de governos do PSDB e PMDB

O grupo que foi um dos principais articuladores do golpe, com campanhas contra Dilma desde 2015, no ano passado lançou candidaturas pelo pais na eleição e apoiou candidatos a prefeito.


Continue lendo “MBL está ganhando cargos comissionados com salários milionários de governos do PSDB e PMDB”

Bolsonaro e o milagre da multiplicação do seu patrimônio

Você conseguiria comprar uma casa que custa, a preço de mercado, alguns milhões por “apenas” R$ 400 mil? O deputado Jair Bolsonaro (PSC-RJ) conseguiu esse, digamos, milagre. E recebeu a graça na compra não só de uma, mas de duas mansões. Em termos terrenos, com um abatimento de pelo menos 75% nos preços dos imóveis, foram verdadeiros negócios da China.


Continue lendo “Bolsonaro e o milagre da multiplicação do seu patrimônio”

No ataque a Maria do Rosário, Gentili exalou o cheiro de sua ignorância política

Por Joaquim de Carvalho – Danilo Gentili expôs não só seu humor sem graça como também todo seu analfabetismo político, ao gravar um vídeo com sua reação a uma notificação da deputada Maria do Rosário, feita através da Procuradoria da Câmara dos Deputados.


Continue lendo “No ataque a Maria do Rosário, Gentili exalou o cheiro de sua ignorância política”

Site da Austrália elege Bolsonaro como o político mais abominável do mundo

Jair Bolsonaro foi eleito o ‘político mais repulsivo do mundo’ pelo site australiano News. De acordo com o veículo de comunicação, o magnata Donald Trump é uma criança inocente perto do parlamentar brasileiro.


Continue lendo “Site da Austrália elege Bolsonaro como o político mais abominável do mundo”

O programa de Gregório Duvivier é perfeito para um país que virou uma piada.

Por Nathalí Macedo – Quando o país inteiro é uma piada, o humor precisa falar de coisa séria sem perder o deboche.

Gregorio Duvivier vem fazendo isso no Porta dos Fundos e fora dele.


Continue lendo “O programa de Gregório Duvivier é perfeito para um país que virou uma piada.”

Como o “gestor” Doria escapou da condenação na Embratur por um voto político do TCU

Esta é a primeira reportagem da série financiada pelos leitores do Diário do Centro do Mundo através de crowdfunding.

Por Joaquim de Carvalho – O prefeito de São Paulo, João Doria, gosta de se definir como um gestor, não um político. Mas a leitura do relatório do processo a que ele respondeu no Tribunal de Contas da União (TCU) permite várias conclusões, menos a de que fez boa gestão como presidente na Embratur, entre 1987 e 1988.


Continue lendo “Como o “gestor” Doria escapou da condenação na Embratur por um voto político do TCU”