Doria diz que cortou merenda nas escolas por conta da “obesidade infantil”

Diversas professoras da rede municipal fizeram a denúncia de que prefeitura havia dado ordens para não deixar as crianças repetirem a refeição e a notícia revoltou internautas. Ao responder uma das críticas, o prefeito disse que está implantando apenas uma “readaptação” para tornar a merenda mais saudável, já que a obesidade infantil, de acordo com o tucano, seria um problema sério na cidade.


Continue lendo “Doria diz que cortou merenda nas escolas por conta da “obesidade infantil””

MBL é o maior difusor de notícias falsas, conclui pesquisa da USP

Um levantamento feito pela Associação dos Especialistas em Políticas Públicas de São Paulo (AEPPSP), com base em critérios de um grupo de estudo da Universidade de São Paulo (USP), identificou os maiores sites de notícias do Brasil que disseminam informações falsas, não-checadas ou boatos pela internet, as chamadas notícias de “pós-verdades”.


Continue lendo “MBL é o maior difusor de notícias falsas, conclui pesquisa da USP”

Após receber 45 mil para derrubar Dilma, onde está agora Janaina Paschoal?

O que antes era uma especulação divulgada por parte da mídia, foi confirmada por uma das autoras do pedido de impedimento, a advogada Janaína Paschoal. Ouvida por senadores da comissão especial que analisaram o pedido, a jurista admitiu ter recebido R$ 45 mil da legenda para, junto com Miguel Reale Júnior, elaborar um parecer sobre o afastamento de Dilma.


Continue lendo “Após receber 45 mil para derrubar Dilma, onde está agora Janaina Paschoal?”

MBL está ganhando cargos comissionados com salários milionários de governos do PSDB e PMDB

O grupo que foi um dos principais articuladores do golpe, com campanhas contra Dilma desde 2015, no ano passado lançou candidaturas pelo pais na eleição e apoiou candidatos a prefeito.


Continue lendo “MBL está ganhando cargos comissionados com salários milionários de governos do PSDB e PMDB”

Deputados do PSDB e PMDB articulam emenda para se reelegerem e manterem o foro privilegiado

Deputados do PMDB, PSDB e de ao menos oito partidos do Centrão firmaram acordo para incluir na reforma política o “distritão”. Pelo sistema são eleitos para o Legislativo apenas os mais bem votados em cada Estado. A medida é apontada pelos parlamentares como uma forma de assegurar a própria reeleição e, consequentemente, manter o foro privilegiado em meio ao descrédito com a classe política causado por escândalos de corrupção como os revelados pela Lava Jato.


Continue lendo “Deputados do PSDB e PMDB articulam emenda para se reelegerem e manterem o foro privilegiado”

Comparando os números do Brasil de 2002 ao de 2013

Com este quadro é possível ter argumentos baseados em dados, com fontes seguras e oficiais (especificadas ao final), para realizar uma análise sobre a realidade brasileira em um curto período e assim conseguir fazer uma comparação entre os governos Lula e Dilma e os anteriores.


Continue lendo “Comparando os números do Brasil de 2002 ao de 2013”

São 11 Ministros no STF, mas dos 7 inquéritos de Aécio, 3 foram sorteados para Gilmar

Eduardo Guimarães, Blog da Cidadania – Está ficando claro para todos os brasileiros como a Justiça trata políticos de forma diferente de acordo com a filiação partidária de cada um. O caso mais emblemático é o de Aécio Neves. Há pouco mais de um mês, o país ouviu, estarrecido, o tucano confessar vários crimes. Qualquer pessoa nessa situação teria sido presa em flagrante. Mas Aécio não é qualquer pessoa.


Continue lendo “São 11 Ministros no STF, mas dos 7 inquéritos de Aécio, 3 foram sorteados para Gilmar”

O único crime político hediondo no Brasil é a “pedalada fiscal”. Todos os outros são permitidos

O título e a reflexão abaixo é inspirado em um tweet de Paulo Coelho que você pode ver aqui.

Desde que Mário Covas chegou ao governo paulista, o PSDB botou o pé no erário e não largou mais. No Governo FHC, as mutretas eram tantas e públicas que cita-las todas levaria pelo menos 45 anos.


Continue lendo “O único crime político hediondo no Brasil é a “pedalada fiscal”. Todos os outros são permitidos”

Juiz Sérgio Moro precisa explicar sua conduta no ‘Caso Banestado’ para ter legitimidade

O enredo deste conto nada infantil retrata a história de um juiz que fez na Lava Jato tudo o que não fez no Banestado.

Era uma vez um juiz chamado Sérgio Moro que julgou os processos do Banco do Estado do Paraná (Banestado). Assim como na Lava Jato, o caso do Banestado teve uma força-tarefa, investigadores, procuradores, delatores, grupos empresariais e empreiteiras.


Continue lendo “Juiz Sérgio Moro precisa explicar sua conduta no ‘Caso Banestado’ para ter legitimidade”

Comentário do ministro Admar Gonzaga é a prova de que a nossa Justiça é um circo

O ministro Herman Benjamin, relator do processo que pede a cassação de Michel Temer, disse que não seria possível que os candidatos não tivessem conhecimento de montantes dinheiro entrando na conta corrente.