Em artigo, Tacla Duran reafirma: Zucolotto pediu propina

Por Rodrigo Tacla Duran, no Conjur – Mordaça. Substantivo feminino. O mesmo que açaimo ou focinheira. Pano ou qualquer objeto que se põe na boca para impedir alguém de falar ou gritar. Usar a força e a coerção para impedir alguém de falar. A definição curta e precisa do Aurélio revela ser a mordaça irmã da brutalidade e filha do autoritarismo com a intolerância.


Continue lendo “Em artigo, Tacla Duran reafirma: Zucolotto pediu propina”

Tacla Duran diz que Lava Jato adulterou sistema de planilhas da Odebrecht

O ex-advogado da Odebrecht Rodrigo Tacla Duran prestou depoimento na Comissão de Direitos Humanos da Câmara dos Deputados nesta terça-feira (5).


Continue lendo “Tacla Duran diz que Lava Jato adulterou sistema de planilhas da Odebrecht”

IMPARCIAL? Globo silencia sobre depoimento de Tacla Durán

O depoimento de Rodrigo Tacla Durán chegou aos assuntos mais comentados do Twitter, mas quem se informa pelos veículos da Globo não sabem nem quem ele é.


Continue lendo “IMPARCIAL? Globo silencia sobre depoimento de Tacla Durán”

Escuta clandestina flagrou conversa de Moro com Zucolotto. Vai valer agora?

Joaquim de Carvalho, DCM – A denúncia do advogado Rodrigo Tacla Durán, antigo prestador de serviços da Odebrecht, de que um amigo de Moro tentou lhe vender facilidades na Lava Jato desenterrou um passado incômodo para o juiz federal de Curitiba.


Continue lendo “Escuta clandestina flagrou conversa de Moro com Zucolotto. Vai valer agora?”

Globo não saber o que fazer com delação que atinge amigo e compadre de Moro

Nexo Brasil – A informação publicada pela jornalista Mônica Bergamo, do jornal Folha de São Paulo, de que o advogado Rodrigo Tecla Duran, ex-funcionário da Odebrecht entre 2011 e 2016, acusou o advogado trabalhista Carlos Zucoloto Junior de intermediar negociações paralelas dele com a força-tarefa da Operação Lava Jato, como redução de penas e multas, é o assunto mais comentado do momento sobre política nas redes socais.


Continue lendo “Globo não saber o que fazer com delação que atinge amigo e compadre de Moro”