Marco Antônio Villa, historiador crítico do PT, declara voto em Lula e Haddad

Marco Antônio Villa

O historiador, professor e comentarista Marco Antônio Villa, um dos maiores símbolos do antipetismo, declarou nesta quarta-feira (5) que apoia o ex-presidente Lula (PT) no segundo turno da eleição nacional, assim como Fernando Haddad (PT), na disputa pelo governo de São Paulo, contra Tarcísio de Freitas (Republicanos).

A adesão inimaginável do homem que por anos a fio infernizou os governos do PT e espalhou o sentimento de ódio contra a sigla no país, especialmente contra a gestão de Haddad à frente da prefeitura de São Paulo, veio com base num argumento forte.

Para Villa, um novo mandato de quatro anos de Jair Bolsonaro (PL) “seria o fim do Brasil”. O historiador seguiu a linha de seu partido, o Cidadania, que decretou o endosso à campanha de Lula e Haddad. Ele foi candidato a deputado estadual este ano, mas não se elegeu.

“Se essa gentalha ganhar em Brasília, e em outros estados, especialmente São Paulo, o que é chave na federação brasileira, o Brasil acabou… Aí o Brasil acabou! Eu vou continuar lutando, eu não desanimo, não… Mas eu sei que o Brasil vai caminhar pro fim”, disse Villa.

Confira a declaração:


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *